CTRL + D para adicionar esse site aos seus favoritos.
Cadastre seu e-mail gratuitamente clicando aqui para se manter informado sobre vagas, concursos, apostilas e todos os demais conteúdos do site. Fique atento ao e-mail de confirmação que será enviado. Verifique também na caixa de spam.
.
Deseja fazer seu curriculo conosco? Divulga-lo em diversas empresas sem sair de casa? Entre em contato, revisamos seu currículo gratuitamente. curriculoideal@yahoo.com.br

Apostila TRE

Novidade! Disponível para download, apostila completa TRE 2009. No menu cursos acima.

Continuação, as 12 perguntas mais frequentes em uma entrevista de emprego

7. Dê-nos um motivo para o escolhermos em vez dos outros candidatos. Esta é sempre das perguntas mais complicadas mas o que se espera é que o candidato saiba "vender" o seu produto. Isto é, deverá focar-se nas suas capacidades e valorizar o seu perfil como o mais adequado para aquela função e a forma como poderá trazer benefícios e lucros para a empresa.

8. O que você faz no seu tempo livre? Seja sincero, mas sobretudo lembre-se que os seus hobbies e ocupações demonstram não só a capacidade de gerir o seu tempo, preocupações com o seu desenvolvimento pessoal e facilidade no relacionamento interpessoal.

9. Quais são as suas maiores qualidades? Aponte aquelas características universalmente relacionadas com um bom profissional: proatividade, empenho, responsabilidade, entusiasmo, criatividade, persistência, dedicação, iniciativa, e competência.

10. E pontos negativos/defeitos? Naturalmente que a resposta não poderá ser muito negativa, pois serão poucas as hipóteses para um profissional que diga ser desorganizado, desmotivado ou pouco cumpridor dos seus horários. Assim, o truque é responder partindo daquilo que normalmente é considerado uma qualidade mas agravando-o de forma a parecer um "defeito". Ou seja, exigente demais, perfeccionista, muito autocrítico, persistente demais, etc.

11. Que avaliação faz da sua última (ou atual) experiência profissional? Não se queixe e, em caso algum, critique a empresa e respectivos colaboradores. Diga sempre alguma coisa positiva, ou o ambiente de trabalho ou o produto/serviço da empresa. Se começar a apontar defeitos ao seu emprego anterior correrá o risco de o entrevistador achar que o mesmo pode acontecer no futuro relativamente aquela empresa.

12. Até hoje, quais foram as experiências profissionais que lhe deram maior satisfação? Seja qual for a sua escolha, justifique bem os motivos. Tente mencionar as mais recentes e que sejam mais adequadas aos seus objetivos profissionais.

As 12 perguntas mais frequentes em uma entrevista de emprego

Tem uma entrevista de emprego e não sabe o que vão perguntar? Nós daremos uma ajuda para saber o que responder. Leia com atenção, treine e boa sorte!

1. Fale sobre si. Esta pergunta é quase obrigatória em uma entrevista de emprego e deverá ser muito bem praticada para uma resposta sucinta, direta e, acima de tudo, que valorize o seu perfil profissional.

2. Quais são seus objetivos a curto prazo? E a longo prazo? Seja específico e tente aproximar, de alguma forma, os seus objetivos aos da própria empresa. Respostas como "ganhar bem" ou "aposentar-se" são totalmente proibidas.

3. O que o levou a enviar o seu currículo a esta empresa? Aproveite esta deixa para demonstrar que fez o seu "trabalho de casa" e fale sobre a atividade da empresa e a forma como o posicionamento desta a torna uma empresa de elevado interesse para qualquer profissional. Naturalmente, para responder a esta pergunta, é preciso fazer previamente uma pesquisa sobre a empresa. Vá ao site institucional, faça pesquisas usando mecanismos de busca, leia revistas da especialidade e converse com pessoas que trabalham ou já trabalharam lá.

4. Qual foi a decisão mais difícil que tomou até hoje? O que é pretendido com esta questão, é que os candidatos sejam capazes de identificar uma situação em que tenham sido confrontados com um problema ou dúvida, e que tenham sido capazes de analisar alternativas e conseqüências e decidir da melhor forma.

5. O que procura num emprego? As hipóteses de resposta são várias: desenvolvimento profissional pessoal, desafios, envolvimento, participação num projeto ou organização de sucesso, contribuição para o sucesso da sua empresa, etc.

6. Você é capaz de trabalhar sob pressão e com prazos definidos? Um "não" a esta pergunta pode destruir por completo as suas hipóteses de ser o candidato escolhido, demonstre-se capaz de trabalhar por prazos e dê exemplos de situações vividas em trabalhos anteriores.

Amanhã postaremos as outras 6.

Erros que o candidato deve evitar

Apostar todas as fichas nos classificados de jornais e no envio de currículos, ao acaso, aos empregadores.

É verdade que esses métodos são mais cômodos. O candidato se expõe menos à rejeição.
Ocorre, porém, que são considerados os menos eficientes pelos especialistas, portanto, prolonga a busca por muito tempo e acaba desestimulando o candidato.

A melhor opção é diversificar os métodos de procura. Nos EUA, onde o desemprego está longe dos índices brasileiros, estima-se que um terço dos caçadores de emprego desistem antes de quatro meses de procura (prazo médio para encontrar um trabalho).

Por isso, é aconselhável o uso de métodos mais eficientes, como os contatos diretos às empresas e a rede de contatos, para não prolongar muito a procura. Além disso, segundo um artigo publicado no Harvard Business Review, quase 80% das vagas de trabalho não são anunciadas.

Isso significa que se o candidato reforçar seus contatos às empresas, quer elas tenham vagas ou não, terá muito mais chances de encontrar um emprego mais rápido que o profissional que se concentra em responder a anúncios e enviar currículos ao léu.

Dica do dia

Em uma entrevista de emprego, um dos fatores que está diretamente relacionado com sua imagem é a comunicação. De nada adianta estar muito bem vestido, andar corretamente, cumprimentar as pessoas adequadamente, se, na hora de expor suas idéias na entrevista, só ouve-se erros de concordância verbal, gírias, piadinhas de mau gosto, interrupções constantes para contar vantagem (achando que isso enriquecerá seu currículo...), etc.

Conselho Importante

Participar da entrevista de seleção não é difícil, mas também não é algo que possa simplesmente ser encarado como "um trabalho a mais".

É necessário que você se prepare para ela, do mesmo modo como você se prepara para a apresentação de um projeto ou a venda de uma idéia.

A maior parte dos profissionais, depois de passarem algum tempo em uma empresa, acaba desenvolvendo certos hábitos de postura e mesmo de vestuário, que nem sempre são os mais adequados ao mercado no momento.

Avalie-se, peça a opinião de pessoas próximas e procure melhorar, se for o caso. O que não implica em trocar todo o seu guarda-roupa e entrar para uma escola de boas maneiras, mas sim procurar "aparar as arestas".

Aquela barriguinha que força o botão da camisa, a gravata por demais fora de moda, o jeito meio relaxado de sentar e outras coisas menos aparentes, como uma tendência em recostar na cadeira quando fala com alguém ou mesmo um certo tom autoritário, podem pesar na avaliação de um entrevistador mais exigente e perspicaz.

Aproveite este momento de reavaliação para iniciar as mudanças pessoais que você vinha protelando. Sua aparência deve ser impecável.

Procure avaliar como você se comporta nos contatos profissionais e busque adequar sua forma de relacionamento com outros profissionais.


A equipe currículo ideal lhe deseja sucesso!!!

Conselho do dia

Em uma entrevista de emprego, não monopolize a conversa nem tente evitar responder a perguntas. Existem diversas maneiras sutis de assumir o controle sem hostilizar o entrevistador, ou dar início a um guerra pelo poder.

Postagens populares

 
TOPO
©2008 Curriculo Ideal Por curriculoideal.blogspot.com