CTRL + D para adicionar esse site aos seus favoritos.
Cadastre seu e-mail gratuitamente clicando aqui para se manter informado sobre vagas, concursos, apostilas e todos os demais conteúdos do site. Fique atento ao e-mail de confirmação que será enviado. Verifique também na caixa de spam.
.
Deseja fazer seu curriculo conosco? Divulga-lo em diversas empresas sem sair de casa? Entre em contato, revisamos seu currículo gratuitamente. curriculoideal@yahoo.com.br

Concurso do Senado tem 42,9 mil inscritos; concorrência chega a 1.168 por vaga

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou nesta quarta-feira (22) a concorrência para o concurso público que selecionará 150 novos servidores para o Senado Federal. Diante das expectativas da própria comissão organizadora, a seleção - indiscutivelmente, uma das mais esperadas deste ano - contaria com participação de até 500 mil pessoas. Porém, apenas 42.967 pessoas se inscreveram, o que representa surpresa.

A menor adesão é, contudo, uma boa notícia para quem sonha com um emprego na Casa Legislativa: a disputa média é de 286,6 por vaga. Contudo, há cargos como o de analista de processo legislativo, que contará com a participação de 29.195 pessoas, ou 1.168 rivais para cada um dos 25 postos.

Os editais do Senado contemplam ainda vagas para as áreas de Direito (4.055 inscritos), Comunicação (5.203), Informática (2.121) e Polícia Legislativa (2.393). Os salários iniciais oferecidos variam de R$ 6.722,68 a R$ 13,8 mil.

As vagas de analista, que exigem nível superior completo, são para especialistas em Processo Legislativo (25), Administração (10), Arquitetura (1), Arquivologia (3), Biblioteconomia (3), Contabilidade (3), Engenharia Civil (1), Engenharia Mecânica (1), Engenharia Elétrica (1), Medicina (1) e Tradução e Interpretação (2). O salário para estes cargos é de R$ 9.580,50.

Os advogados podem concorrer a oito vagas com salário de R$ 12.677,28. Para consultor de orçamento são duas vagas disponíveis com remuneração de R$ 13.879,95. Os candidatos ao cargo de analista de informática legislativa - especialidade Análise de Sistemas (6) e Análise de Suporte de Sistemas (2) vão disputar a chance de receber R$ 9.580,50.

Outras chances para quem possui graduação são para a área de Comunicação Social. As especialidades são analista de produção executiva (1), analista de Relações Públicas (2), editor de tv ((9), estatístico (1), produtor de marketing (1), produtor de multimídia (1), produtor de Publicidade e Propaganda (1), produtor para revisão de conteúdos jornalísticos (2), produtor de pesquisa e opinião (1), supervisor de programação de rádio (1), supervisor de programação de tv (1). O salário para essas funções é de R$ 12.264,48.

As vagas de técnico legislativo, que exigem nível médio completo, são para as especialidades processo legislativo (10), administração (10) e policial legislativo federal (2). Na área de Comunicação Social, as oportunidades são para operador de tv (6), produtor de desenvolvimento de conteúdos jornalísticos para Internet (1), produtor de infografia jornalística (2), produtor de rádio (7), produtor de tv (11), técnico em locução (6) e técnico em videografismo (6). O salário é de R$ 6.722,68.

As avaliações serão aplicadas no dia 9 de novembro em Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). A primeira etapa do processo seletivo constará de prova objetiva e discursiva - ambas de caráter eliminatório e classificatório. Na segunda etapa, os candidatos passarão por prova oral, somente para a especialidade tradução e interpretação. Concorrentes às vagas na área de Comunicação Social passarão, ainda, por curso de formação, de caráter eliminatório, que será realizado em Brasília.

Postagens populares

 
TOPO
©2008 Curriculo Ideal Por curriculoideal.blogspot.com