CTRL + D para adicionar esse site aos seus favoritos.
Cadastre seu e-mail gratuitamente clicando aqui para se manter informado sobre vagas, concursos, apostilas e todos os demais conteúdos do site. Fique atento ao e-mail de confirmação que será enviado. Verifique também na caixa de spam.
.
Deseja fazer seu curriculo conosco? Divulga-lo em diversas empresas sem sair de casa? Entre em contato, revisamos seu currículo gratuitamente. curriculoideal@yahoo.com.br

Dinâmica de grupo: conheça os 5 erros mais cometidos nessa hora

Postado em: 04/01/2010

A dinâmica de grupo é uma das técnicas mais utilizadas por empresas de recrutamento quando o objetivo é selecionar profissionais para vagas de emprego. Ela serve para analisar perfis de candidatos e simular atividades a serem vivenciadas no trabalho.

A seguir, conheça os cinco erros mais cometidos por candidatos em dinâmicas de grupo:

1- Forjar um personagem. Mostrar determinação, compromisso e disposição para enfrentar desafios pode fazer diferença e manter o candidato na disputa. O profissional deve se preparar previamente e até relaxar na hora da dinâmica, mas não pode perder o foco. A dica é manter a naturalidade aliada ao bom senso. Assumir papéis para mostrar alguém que você não é tem grande probabilidade de lhe prejudicar na seleção. Lembre-se: você estará lidando com profissionais de recursos humanos que facilmente percebem quando o candidato está representando um papel. Seja você mesmo, mas se policie, uma vez que a avaliação por parte do entrevistador ocorre em todos os momentos.

2- Imitar os concorrentes. Perguntas como “o que você não gosta de fazer?” ou “o que você espera da sua vida?” costumam provocar respostas parecidas entre os participantes da dinâmica. Isso os coloca numa baita saia justa. Responder exatamente igual ao candidato anterior pode parecer ruim para quem seleciona. Portanto, evite responder a mesma coisa que o colega ao lado disse. Se você realmente pensa como seu concorrente, a sinceridade e a firmeza do que está sendo dito podem salvá-lo de uma má impressão. Explique melhor o que quer dizer, mas sem fazer rodeios.

3- Abusar da descontração. Fazer uma brincadeira ou outra ajuda a quebrar o gelo e pode ser bem visto pelo selecionador, mas tenha cuidado para não passar dos limites. O engraçadinho do grupo é alguém que certamente não se pode ser. Forçar a barra no quesito “simpatia” significa eliminação. Selecionadores buscam profissionais compromissados com o trabalho, por isso mostre seriedade.

4- Chamar a atenção demais. Alguns candidatos se preocupam demais com o desempenho dos concorrentes durante a dinâmica, e por isso acabam se atrapalhando. É aí que eles tentam aparecer mais do que os outros. Isso é totalmente abominado por recrutadores. Mostre seu diferencial nessa hora, mas mantenha a sutileza. Agressividade demais assusta!

5- Ser o cordeirinho. Assim como ser visto como o engraçadinho do grupo é algo ruim, você não deve passar a imagem de alguém que não tem punho para conseguir a vaga. Ficar calado demais não é bom. Não espere para ser sempre o último a falar. Mostre que tem opinião. Busque o ponto de equilíbrio entre a espontaneidade e a timidez, mas não deixe que a vergonha atrapalhe seu sucesso.

Postagens populares

 
TOPO
©2008 Curriculo Ideal Por curriculoideal.blogspot.com